Nacionalmente Bom

Autores Portugueses

Estrelas Em Contos

Opiniões de Contos

eBooks

Leitura Digital

Crónicas de Uma Desastrada

Sou uma Desgraça de Metro e Meio

Autores do Brasil

Divulgação e Opinião

sexta-feira, agosto 30, 2013

«A Guerra Diurna», de Peter V. Brett - (1001 Mundos) [Setembro]

Peter V. Brett
A Guerra Diurna
Ficção Estrangeira
O Sol lança as sombras mais escuras

796 pp. · €22 · isbn 9789892324494

Livro
Na noite da Lua Nova, os demónios erguem-se em força, procurando as mortes dos dois homens com potencial para se tornarem o lendário Libertador, o homem que, segundo a profecia, reunirá o que resta da humanidade num esforço derradeiro para destruir os nuclitas de uma vez por todas.
Arlen Fardos foi outrora um homem comum, mas tornou-se algo mais: o Homem Pintado, tatuado com guardas místicas tão poderosas que o colocam à altura de qualquer demónio. Arlen nega constantemente ser o Libertador, mas, quanto mais se esforça por se integrar com a gente comum, mais fervorosa se torna a crença destes. Muitos aceitariam segui-lo, mas o caminho de Arlen ameaça conduzir a um local sombrio a que apenas ele poderá deslocar-se e de onde poderá ser impossível regressar.
A única esperança de manter Arlen no mundo dos homens ou de o acompanhar reside em Renna Curtidor, uma jovem corajosa que arrisca perder-se no poder da magia demoníaca.
Ahmann Jardir transformou as tribos guerreiras do deserto de Krasia num exército destruidor de demónios e proclamou-se Shar’Dama Ka, o Libertador. Tem na sua posse armas ancestrais, uma lança e uma coroa, que consubstanciam a sua pretensão e vastas extensões das terras verdes se curvam já ao seu poderio.
Mas Jardir não subiu ao poder sozinho. A sua ascensão foi programada pela sua Primeira Esposa, Inevera, uma sacerdotisa ardilosa e poderosa cuja formidável magia de ossos de demónio lhe permite vislumbrar o futuro. Os motivos de Inevera e o seu passado encontram-se envoltos em mistério e nem Jardir confia nela por completo.
Outrora, Arlen e Jardir foram próximos como irmãos. Agora, tornaram-se os maiores rivais. Enquanto os inimigos da humanidade se erguem, os únicos dois homens capazes de os derrotarem encontram-se divididos pelos mais mortais de todos os demónios: aqueles que se escondem no coração humano.

Imprensa

«[Peter V. Brett is] está na sua melhor forma. Recomendo fortemente este livro.»
Tor.com
«[Brett] confirma o seu lugar no panteão da fantasia épica, entre gigantes como George R. R. Martin, Steven Erikson e Robert Jordan.»
Fantasy Book Critic

«A prosa de Brett flui de forma perfeita, proporcionando uma leitura fascinante durante a qual não nos sentimos culpados por ignorar duas refeições e assim podermos continuar no sofá a ler.»
Fixed on Fantasy

«O melhor livro até agora no Ciclo dos Demónios. Se anda à procura de uma grande série, não vá mais longe.»
Roqoo Depot

«Depois do fenomenal êxito de O Homem Pintado e A Lança do Deserto, estava um pouco apreensivo em relação a A Guerra Diurna…com certeza seria difícil melhorar. Bem, estava enganado… este é um forte candidato a melhor livro do ano!»
Jet Black Ink

«Brett cravou-me as suas garras e quero mais do Ciclo dos Demónios!»
BestFantasyBooks.com

Autor
Peter V. Brett é o autor best-seller internacional de O Homem Pintado e A Lança do Deserto. Criado com uma dieta contínua de romances de fantasia, banda desenhada e jogos Dungeons & Dragons, Brett tem escrito histórias de fantasia desde que se lembra. Formou-se em Literatura Inglesa e História da Arte na Universidade de Buffalo em 1995 e passou mais de uma década no ramo das publicações farmacêuticas, antes de regressar à sua paixão. Vive em Brooklyn, Nova Iorque.

Livros Anteriores:


«Um Atalho no Tempo», de Madeleine L'Engle - Um clássico da literatura! - (Oficina do Livro) [Setembro]

Madeleine L’Engle
Um Atalho no Tempo
Ficção Estrangeira
Um dos mais fascinantes clássicos de todos os tempos

240 pp. · €12,90 · isbn 9789897410949


Livro

Quando a história começa, as personagens principais, Meg Merry e o seu irmão mais novo, Charles Wallace, vivem com a mãe e os irmãos, Sandy e Dennys. Meg tem dificuldade em adaptar-se à escola e sente a falta do pai, um cientista, que desapareceu há mais de um ano enquanto efetuava uma experiência que envolvia viajar no tempo. Um ser estranho de outro mundo visita o lar dos Murry e fornece uma pista importante sobre o paradeiro do Sr. Murry. Meg, Charles Wallace e o amigo Calvin O’Keefe começam então uma viagem perigosa no tempo e no espaço para salvarem o Sr. Murry. São assistidos pelas estranhas visitas dos Murry, a Sra. Quéisso, a Sra. Quem e a Sra. Qual. As crianças veem-se em breve no centro de uma luta entre o bem e o mal, que ameaça destruir a liberdade e a individualidade. Pelo caminho, desenvolvem força, coragem e capacidades que não sabiam ter. Para Meg, em especial, a viagem é mais do que uma aventura ou uma missão para ajudar os outros: é também uma viagem de autodescoberta que muda as suas ideias sobre si própria e as pessoas que a rodeiam.

Imprensa


Autora
Com muita sensibilidade e mestria, Madeleine L’Engle criou uma saga multidimensional, que ultrapassa todas as barreiras da realidade, numa aventura épica e mitológica. Ela nasceu em Nova Iorque e Um Atalho no Tempo, o primeiro da série Viajantes no Tempo, é o seu livro mais famoso, que recebeu o Newbery Award em 1963. Madeleine faleceu em 2007, no Connecticut, deixando mais de sessenta títulos para adultos e jovens, entre eles mais quatro volumes das aventuras dos irmãos Murry e seus amigos.

Topseller: Morte na Arena - O novo thriller de Pedro Garcia Rosado


Morte na Arena é o nono thriller de Pedro Garcia Rosado, o segundo volume da série As Investigações de Gabriel Ponte (Ed. Topseller / 352 pp / 16,49€), e está desde de hoje disponíveis nas livrarias em todo o país.
Morte com Vista para o Mar, o primeiro volume publicado em fevereiro de 2013, foi recebido pela crítica com entusiamo. Escritor e tradutor profissional, Pedro Garcia Rosado elegeu o policial como o seu género de eleição, sendo o único autor português de thrillers a publicar um livro por ano na área da literatura policial. As suas narrativas vibrantes e contemporâneas têm conquistado os leitores portugueses que gostam de adrenalina e de enredos repletos de mistério e suspense.
Pedro Garcia Rosado foi jornalista em O DiárioO Jornal e no Diário de Notícias, colaborador no Expresso e na Grande Reportagem (1.ª série). Foi ainda crítico de cinema no Se7e e JL.
Depois da aposta em James Patterson (o mais bem-sucedido autor em todo o mundo, com 280 milhões de livros vendidos) e Janet Evanovich (75 milhões), autores de algumas das séries policiais mais lidas em todo o mundo, a Topseller mantém a aposta em Pedro Garcia Rosado, cumprindo a missão de publicar e promover autores nacionais de qualidade.

Sinopse de Morte na Arena

«Quatro homens aparecem mortos num prédio devoluto, ao lado de um braço decepado que não pertence a nenhum deles. Com o passar dos dias começam a surgir outros membros humanos espalhados por Lisboa, até ser evidente que são partes do corpo de uma jovem de dezasseis anos, filha de um dirigente político, que foi assassinada e que estava desaparecida havia meses.

As investigações destes casos estão a cargo da inspetora-coordenadora da  PJ, Patrícia Ponte, ex-mulher de Gabriel Ponte, que enfrenta agora obstáculos dentro da própria PJ, além da pressão do ex-marido, que quer informações sobre o caso, e da jornalista Filomena Coutinho, que foi a causa da separação deles.

Os três acabam por descobrir um inferno escondido nos túneis subterrâneos de Lisboa: uma arena onde especialistas em combate corpo a corpo massacram homens e mulheres, numa imitação dos combates de gladiadores da Roma Antiga.»


A Topseller disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata: www.topseller.pt/docs/MortenaArena.pdf

Excerto da crítica de Rui Azeredo – Blogue Porta-Livros (www.porta-livros.wordpress.com)
« O que Morte na Arena nos revela é um verdadeiro submundo no subsolo de Lisboa, os alicerces poders e corrompidos de uma cidade aparentemente luminosa a límpida. Leva-nos a pensar no que estará pode debaixo das aparências, do que se vê. Este policial, tal como os anteriores do autor é, ao fim ao cabo, uma obrade denúncia onde não é poupada a nossa sociedade, Um livro muito atual que se lê num ápice, como qualquer bom policial, e perante o qual se percebe que o autor sabe o que faz, não só por dominar sem mácula este género literário como por, a nível de enredo, dar ideia de saber muito bem em que meios se movimenta, o que não deixa de ser assustador. Se a nossa sociedade é mesmo assim...»



quinta-feira, agosto 29, 2013

Opinião "Wicked Lovely - Frágil Eternidade" de Melissa Marr [Saída de Emergência]

Wicked Lovely - Frágil Eternidade
de Melissa Marr
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 336
Editor: Saída de Emergência
ISBN: 9789896373351

Sinopse
Seth quer ficar com Aislinn para sempre. Mas a eternidade ganha um novo significado quando a nossa namorada é uma rainha das fadas imortal...
O Rei do Verão tornou Aislinn imortal para fazer dela monarca e agora ela enfrenta desafios e tentações muito para além do que alguma vez imaginara. No terceiro livro desta hipnotizante saga do Mundo das Fadas, Seth e Aislinn lutam para se manterem fiéis a si próprios e um ao outro. Num ambiente de regras obscuras e fidelidades voláteis, onde os velhos amigos se tornam novos inimigos, um passo em falso pode fazer com que a Terra mergulhe no caos.


Opinião:

Frágil Eternidade é o 3º volume da serie Wicked Lovely da autora Melissa Marr, sendo os primeiros: Amores Rebeldes e Tatuagem. Editados pela Saída de Emergência.

Neste terceiro livro, a história desenrola-se me torno de Aislinn, Seth, Kennan e Donia, os personagens principais.
Seth é humano e está apaixonado por Aislinn, ele fará de tudo para se tornar uma fada e assim poder ter toda a eternidade ao lado de Ash, mas isto, se alguém se dignar a ajuda-lo.
Aislinn  é a rainha da corte do Verão e como tal, tem de governar ao lado do Rei, Keenan, ou a corte irá enfraquecer ainda mais.
Keenan quer a sua rainha por inteiro, isto é, não quer apenas uma amiga, mas companheira/amante, apesar de o seu coração pertencer a Donia, a rainha de Inverno.

Neste livro, também é ficado os restantes personagens, tendo mais destaque Niall, o rei das Trevas e grande amigo de Seth, e nesta obra ficamos a conhecer mais e melhor este ser facilmente começamos a gostar dele e a entende-lo.
Bananach é uma personagem irritante de tão má e intriguista que é e irá dar vontade ao leitor de lhe arrancar o "bico". Mas é uma personagem muito bem construída e fiel ao seu papel e a si mesma.
Sorcha, a rainha Suprema, surpreendeu-me bastante e adorei ver a "outra" parte dela, a parte sensível, amorosa e carinhosa. Só espero que no próximo livro a autora não a "estrague"
Donia, a rainha do Inverno... as vezes apetece-me gritar para o livro e sacudir este na esperança vã de que ela acorde para a vida e se decida de uma vez, achei ela imatura e que não sabe tomar uma decisão definitiva. Ela anda em conflito com ela mesma, deveria ter força o suficiente para decidir o melhor para ela e seguir em frente.

É um livro que continua a despertar a curiosidade do leitor, com um bom enredo e que prende a atenção do leitor do inicio ao fim. Uma história que nos deixa a pensar em alguns pontos aqui (no livro) referidos.

Sem sombra de duvida, é um livro a ler, e uma saga a ter na estante.

Opinião "O Rebelde Irlandês" Nora Roberts [Harlequin]

O Rebelde Irlandês, é um livro Harlequin, da Autora Nora Roberts. O primeiro que li foi a Rosa Irlandesa, ao qual gostei muito. Até que me disseram: "Epa Nádia, há mais sabias?" e eu: "Sério?" serei sempre a ultima a saber? Eu sei, eu sei. Deveria pesquisar para saber, mas... em minha defesa? Não achei nada no site!! Então pensei, este é o primeiro (yehhhhhhhh)
Mas pelos vistos falta-me ler o primeiro (?) Fogo Irlandês (snif snif, gente má) pode ser que o encontre por ai, num quiosquizinho ou assim, tal como encontrei (por acaso) o Rosa Irlandesa.

Mas enquanto isso, eu pergunto: Harlequin, porque é que vocês não os têm no site? Precisamos de ter uma conversa muito seria meus meninos!!!

Mas vamos ao que interessa....


O Rebelde Irlandês, conta-nos a historia de Keeley Grant, a menina Rica e de Brian Donnelly, o treinador de cavalos.... Nora Roberts Como sempre, apresenta-nos uma excelente historia de amor. Apesar de ser um pouco batido os romances de jovem rica e jovem pobre, a menina arrogante e teimosa e homem confiante e decidido. Este livro não nos decepciona e a verdade é que nos conquista desde a primeira pagina. Pois a Nora sabe como cativar e conquistar o leitor do inicio ao fim deste romance, arrancando nos sorrisos e lágrimas pelo meio. Keelsey apesar de Rica, não e uma rapariga futil e irritante, antes pelo contrario, é uma jovem decidida e batalhadora. que sabe o que quer, quando e como quer, que luta até obter o que deseja.

Simplesmente maravilhoso

quarta-feira, agosto 28, 2013

Lançamento do livro «Mentira Conveniente» de Anita Brandão

A ALFARROBA publica Mentira Conveniente, um romance entrelaçado de emoções, fruto de um engenhoso embuste arquitetado pelas suas personagens.

Da autoria de Anita Brandão, o livro será apresentado na Biblioteca Municipal de S. João da Madeira, no dia 31 de agosto pelas 15h00.


«Êxtase», de J. R. Ward, bestseller do New York Times (Quinta Essência) - sai a 27 de Agosto

J. R. Ward
Êxtase
Ficção Estrangeira
Sete pecados mortais… sete almas para salvar.
Esta é a quarta.
 
 
Livro
Redenção não é uma palavra que Jim Heron conheça muito bem. A sua especialidade é a vingança e, para ele, o pecado é relativo. Mas tudo muda quando se torna um anjo caído e é incumbido da tarefa de salvar sete pessoas dos sete pecados mortais... e o fracasso não é permitido.
Mels Carmichael, jornalista do Caldwell Courier Journal, apanha o maior choque da sua vida quando um homem se atravessa à frente do seu carro junto ao cemitério local. Depois do acidente, a amnésia dele é o tipo de mistério que ela gosta de solucionar, mas em breve descobre que o passado é demasiado misterioso... e que está a apaixonar-se pelo estranho. Enquanto as sombras oscilam entre a realidade e o outro mundo, e a memória do seu amante começa a voltar, os dois aprendem que nada está realmente morto e enterrado. Em especial quando se está preso numa guerra entre anjos e demónios. Com a alma em jogo, e o coração de Mels em risco, o que irá ser preciso para salvar ambos?
 
 

Imprensa
 
«Como a maioria das histórias J.R. Ward, Êxtase não tem falta de drama, de paranormal, de comédia, de suspense, de ação e, acima de tudo, de sexo escaldante.»
 
«J.R. Ward dá nova vida ao tema dos anjos e dos demónios, com o anjo a tentar resistir ao apelo dos sete pecados mortais e com o demónio oculto na pele de mulher linda e malévola.»
 
«Desenvolvimento dos personagens, cenários ricas e sombrios, enredos emocionantes - a série Anjos Caídos é outro trunfo de J.R. Ward., e Êxtase
é uma digna nova adição.»
 

Autora
J. R. WARD é a autora dos romances da Irmandade da Adaga Negra. Foi galardoada com o prestigiado Rita Award para para Melhor Romance Paranormal, tendo sido ainda nomeada várias vezes para os prémios da revista Romantic Rimes. Vive no Sul dos Estados Unidos com o seu marido incrivelmente generoso e o seu amado golden retriever. Depois de se ter formado em Direito, começou a sua vida profissional na área da saúde, em Boston, tendo passado muitos anos como chefe de equipa de um dos centros clínicos dessa cidade. Para mais informações, consulte www.jrward.com

quarta-feira, agosto 21, 2013

Divulgação do livro "Um lugar chamado Evalon"

Boa Tarde Estrelinhas,

Hoje trago-vos uma nova obra, que acredito muitos de vocês ainda não devem conhecer. Para começar, deixo-vos um pouquinho sobre a autora.

"Chamo-me Catarina Seabra, uso o nome do meu pai porque gosto mais da forma como soa quando o digo em voz alta. Tenho 18 anos, feitos em Setembro do ano passado, o que me leva a pensar que continuo a crescer a uma velocidade pouco desejada… Quer dizer crescer como quem diz, o número muda, mas pouco mais muda com ele. Moro em Vila Nova de Gaia, para quem não sabe é um lugar bem pertinho da praia. Consigo sentir o cheiro a mar quando abro a janela, por isso mudemos o “pertinho” para muito perto. Sou estudante ou pelo menos essa é aquela que todos dizem ser a minha profissão, mas para ser sincera não estudo assim tanto, já estudei mais e hoje faço outras coisas com o meu tempo, como escrever, apagar o que escrevo e escrever de novo. E basicamente é isto, se faltar alguma coisa a vida completa, ela completa sempre."













Vê o Book Trailer e conhece um pouco mais esta obra.





Corpos Editora

Ebook à Venda

Livro à Venda

Página do Facebook "Um Lugar Chamado Evalon"



























Chamo-me Catarina Seabra, uso o nome do meu pai porque gosto mais da forma como soa quando o digo em voz alta. Tenho 18 anos, feitos em Setembro do ano passado, o que me leva a pensar que continuo a crescer a uma velocidade pouco desejada… Quer dizer crescer como quem diz, o número muda, mas pouco mais muda com ele. Moro em Vila Nova de Gaia, para quem não sabe é um lugar bem pertinho da praia. Consigo sentir o cheiro a mar quando abro a janela, por isso mudemos o “pertinho” para muito perto. Sou estudante ou pelo menos essa é aquela que todos dizem ser a minha profissão, mas para ser sincera não estudo assim tanto, já estudei mais e hoje faço outras coisas com o meu tempo, como escrever, apagar o que escrevo e escrever de novo. E basicamente é isto, se faltar alguma coisa a vida completa, ela completa sempre.

terça-feira, agosto 13, 2013

Divina por Engano

Boa Tarde Estrelinhas,
mais uma serie da P.C.Cast publicada em portugal, e desta vez com a Saída de Emergência.

Divina por Engano é o primeiro volume da Serie Divina. (Divine Series). Confesso que a primeira vista pensei "woww a 1001 Mundos está mesmo empolgada com esta serie" Mas por fim reparei no Editor.... Saída de Emergência, e pensei com os meus botões.... será que ninguém viu que a Asa já está a editar esta saga? Então lá fui fazer uma pesquisa para perceber o que se está a passar. Pois é, esta é uma saga diferente, e tal como no inicio fiquei confusa, com a Saga Casa da Noite (House Of Night Series) editada pela saída de emergência e a serie Invocada pela Deusa (Goddess Summoning Series) editada pela 1001 mundos, capas parecidas, títulos...idênticos, e mais este... Acredito que tal como eu (com a serie a invocação da deusa) vão comprar um livro a pensar que é de uma saga e é de outra. Sim, porque se não desconfiarmos de inicio, nem reparamos no editora.....afinal....é a "nossa" saga não é?  Espero que de futuro, (e continuo da opinião que a 1001 Mundos tinha uns títulos e capas MUITO bons na serie Invocada pela deusa), façam umas capas fora destes tons... para o leitor não comprar algo induzido ao erro.

E chega de tanto falar, aqui está o livrinho de que estamos a falar.

 Divina por Engano
de P. C. Cast
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 432
Editor: Saída de Emergência
ISBN: 9789896375676

Coleção: Bang!

Sinopse

Shannon Parker é uma professora de Inglês a aproveitar umas muito merecidas férias de verão. Ao fazer compras, encontra um antigo vaso com a figura de uma deusa celta muito parecida consigo. Shannon compra o vaso, mas nem sonha na aventura em que se irá meter. Sem saber como, vê-se, de súbito, transportada para Partholon, onde assume o papel de Rhiannon, a Sumo-Sacerdotisa de Eponina. E apesar de todas as regalias e do tratamento de luxo - qual a mulher que não gosta de receber uns mimos? - ser deusa envolve um casamento ritual com um centauro e lutar contra os fomorianos, criaturas maléficas que tudo farão para travar o regresso da verdadeira deusa. Conseguirá Shannon livrar-se deste sarilho e arranjar alguma forma de regressar a casa sem acabar morta, casada com um cavalo ou enlouquecida? É que ser divina, afinal, não é um mar de rosas!

terça-feira, agosto 06, 2013

Melhor Blog do Mês de Julho

Boa Tarde Estrelinhas,

a votação para o melhor Blog do mês de Julho, já se encontra disponível no Blog Sinfonia dos Livros.

Passa por lá e vota, o que para ti foi o melhor Blog do Mês de Julho.

Até breve

segunda-feira, agosto 05, 2013

"Portugueses Ilustres", obra fundamental de Pinheiro Chagas, regressa às livrarias [VOGAIS]

Portugueses Ilustres é uma obra fundamental de Pinheiro Chagas, um dos mais notáveis escritores portugueses de todos os tempos. A Vogais faz agora chegar às livrarias a primeira reedição, com ortografia atualizada, da edição revista e ampliada pelo próprio autor (13,29€).

Este clássico do final do século xix é um compêndio de pequenas biografias dos portugueses mais ilustres de sempre, escrito num tom de exaltação dos grandes feitos nacionais.

Começando em Viriato e terminando em Almeida Garrett, Portugueses Ilustres apresenta aos leitores as vidas e conquistas de 133 personalidades, tais como D. Afonso Henriques, D. Dinis, Fernão de Magalhães, Vasco da Gama, Marquês de Pombal, Camões, Padre António Vieira ou Gil Vicente — exemplos de esperança que vêm da História.

Escrito numa linguagem simples e acessível, esta é uma obra indispensável para adultos e crianças conhecerem  algumas das personalidades mais importantes da História de Portugal. Em tempo de descrença nas elites nacionais, este é um livro que recorda os feitos dos grandes Portugueses, exemplos de esperança que vêm da História.

Manuel Joaquim Pinheiro Chagas foi um prolífico escritor, jornalista e político português. Nascido em Lisboa em 1842, destacou-se nas letras como romancista, historiador, crítico literário e dramaturgo, sendo eleito o mais popular escritor português do seu tempo. Escreveu inúmeros romances históricos e diversas peças de teatro, bem como diversas obras de história e crítica. Tendo frequentado o Colégio Militar, a Escola do Exército e a Escola Politécnica de Lisboa, Pinheiro Chagas interessou-se pela política, notabilizando-se como orador e desempenhando, em 1883, os cargos de deputado e de ministro da Marinha e Ultramar.

Na sua carreira jornalística fundou, em 1876, o Diário da Manhã, colaborando também como vários jornais e revistas, entre os quais O PanoramaGazeta de PortugalDiário de Notícias e Artes e Letras. Nestes periódicos assinou numerosos artigos de crítica literária. Faleceu em Lisboa em 1895, dois anos depois desta sua obra definitiva.

A VOGAIS disponibiliza os primeiros capítulos de Portugueses Ilustres para consulta imediata, aqui.

Heidi - O regresso às livrarias do clássico intemporal [BOOKSMILE]



Depois do lançamento de Pippi das Meias Altas, a personagem que se tornou, em meados dos anos 70, uma verdadeira heroína para as crianças, a Booksmile edita mais um clássico da literatura infantil, a obra mais amada da autora suíça Johanna SpyriHeidiUma história intemporal que inspira e faz sonhar crianças e adultos há várias gerações.

Traduzida em mais de 50 idiomas, as aventuras de Heidi chegam agora às livrarias nacionais, pela primeira vez, em dois volumes (10,99€), seguindo a edição original, e com nova tradução do original alemão: Heidi, A Menina dos Alpes (10,99€) e Heidi, O Milagre da Montanha (10,99€). 

Em Portugal, a história da encantadora menina orfã de 5 anos, que foi viver com o avô nos Alpes suíços, alcançou tamanho sucesso que os desenhos animados, cujo genérico inicial foi animado pelo famosos Hayao Miyazak, um dos maiores cineastas da “anime" japonesa, saltaram para o ecrã da televisão em 1976 (RTP), e marcou uma geração de espetadores e leitores.

Heidi é um texto bucólico, recheado de magníficas descrições daquilo que hoje em dia mais falta faz às crianças: um espaço de natureza para brincar e descobrir. A importância de trazer Heidi novamente para as livrarias é, por isso, não só dar a conhecer às crianças uma das referências da literatura infantil mundial mas, com esta, recuperar o sonho da importância do contacto com a natureza.

Johanna Spyri é uma das mais conhecidas autoras de livros infantis de sempre. Heidi é uma referência incontornável da literatura para crianças e a sua obra mais amada. As aventuras de Heidi (escritas em 1880) foram adaptadas para cinema e televisão e perpetuadas em DVD.

Órfã desde tenra idade, Heidi vive com a sua tia. Após receber uma proposta de trabalho irrecusável, a tia é obrigada a entregar Heidi ao seu avô, um velho zangado com o mundo, vivendo isolado num planalto nos Alpes. Ao chegar ao novo lugar, Heidi apaixona-se de imediato pelas paisagens esplendorosas e pelos animais dos vales e das montanhas.  Com o passar do tempo conquista também  o coração do avô,  mostrando-lhe que é possível ser feliz e reencontrar a paz.

Mas essa felicidade desaparece quando a tia regressa aos Alpes e leva a menina para Frankfurt. Na cidade, Heidi irá viver na casa do senhor Sasemann, um homem rico que precisa de companhia para Clara, a sua filha paraplégica. Apesar da amizade que nasce entre as duas meninas, e de todas as coisas boas que aprende em Frankfurt, Heidi não consegue afastar as saudades do avô e dos dias felizes na montanha… Será ela capaz de regressar ao seu lar nos Alpes e concretizar os seus sonhos?



Heidi é uma menina feliz e encantadora que vive com o seu avô nos Alpes, rodeada de flores, animais maravilhosos e prados deslumbrantes, verdes no verão e brancos de neve no inverno. Ela adora passear nas montanhas com  o seu amigo Pedro, pastor de cabras, e visitar a avó dele para se deliciar com histórias de encantar. 

Apesar de ser muito feliz, Heidi tem saudades de Clara, a menina paraplégica que conheceu em Frankfurt. Na cidade, Clara também sente a ausência da sua amiga, sonhando com uma visita aos Alpes. E esse dia surgirá muito em breve…

Mas o que mudará com a chegada de Clara à montanha? Através da bondade e da inocência de Heidi,  a família e os amigos perceberão que é possível ultrapassar todas as dificuldades  — até os obstáculos aparentemente intransponíveis.

sexta-feira, agosto 02, 2013

Melhor Blog do Mês de Junho

Boa Tarde Estrelinhas,

e aqui temos o resultado do melhor Blog do mês de Junho. Muito obrigada a todos os que votaram, a próxima votação para o melhor Blog do Mês de Julho, será feita em Sinfonia dos Livros.

E aqui está o Resultado.





Parabéns ao Blog Rabiscos de um Leitora


quinta-feira, agosto 01, 2013

Melhor Blog do mês de JUNHO

Boa Tarde Estrelinhas,

hoje não poderei dizer qual o melhor Blog do mês de Junho, visto estar em empate dois blogues.

Sendo estes Sinfonia dos Livros e Rabiscos de uma Leitora.

Por isso peço até a meia noite de hoje, que acedam aqui e votem num destes dois Blogues.

(outros blogues mencionados serão anulados, visto que já terminou a votação. O Formulário é o mesmo, mas só pretende fazer o desempate destes dois).