O Nosso Portugal

Lugares e Curiosidades

Estrelas Em Contos

Opiniões de Contos

eBooks

Leitura Digital

Crónicas de Uma Desastrada

Sou uma Desgraça de Metro e Meio

Autores do Brasil

Divulgação e Opinião

quarta-feira, dezembro 23, 2015

Editora RH - Nova Parceria

Boa Noite Estrelinhas!

Apresento-vos a nossa nova parceira. A Editora RH.




O PROJETO
Em 1999, Augusto Lobato Neves e João Pedro Barata desenharam aquele que seria o projeto de uma das mais prestigiadas editoras especializadas em Portugal.
Com o lançamento da primeira obra, Avaliação do Desempenho, da autoria de António Caetano, estava selado que este projeto era o caminho para a dignificação da área de RH, a qual, inicialmente denominada de Gestão de Recursos Humanos, assume, cada vez mais, o cerne da Gestão do Capital Humano no Século XXI. Hoje, à semelhança do passado, a Editora RH orgulha-se de dar passos que contribuem para a leitura, o debate, a aprendizagem e a circulação do saber, das ideias e das opiniões dentro do universo que lhe é mais caro, o universo das pessoas.
Este é o nosso projeto, fazer das pessoas o conteúdo editorial.

Augusto Lobato Neves
Editor
Mestre em Políticas e Gestão de Recursos Humanos, pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa e licenciado em Psicologia (Área de Psicologia Social e das Organizações), pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada. Possui vasta formação complementar, designadamente em Comunicação Social, Empreendedorismo (Universidade Nova de Lisboa), Gestão de Recursos Humanos, Comportamento Organizacional e Competências Empresariais. Tem experiência profissional diversificada, tendo sido quadro superior da TAP Portugal durante mais de 30 anos, no departamento de Recursos Humanos. Foi docente do IPAM – Instituto Português de Administração de Marketing e assistente convidado do ISCTE – Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa. Atualmente colabora em MBA executivo da Escola de Gestão e Negócios da Universidade Autónoma de Lisboa e em pós-graduação da Escola da Cruz Vermelha Portuguesa. É autor de 2 livros e vários artigos em revistas especializadas. Fundador da RH Magazine, foi diretor executivo durante 5 anos. É sócio-gerente da Editora RH.


Ana Duarte Monteiro
Coordenadora editorial
É licenciada em Línguas e Literaturas Modernas − variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Iniciou a sua experiência profissional desempenhando trabalhos na área da revisão e edição de texto, não descurando pontuais trabalhos de tradução como voluntária. Possui formação complementar, tendo frequentado os cursos de Técnicas Avançadas de Leitura Eficaz e Revisão e Preparação do Original. Foi coordenadora editorial da RH Magazine até junho de 2014 a par da coordenação editorial da Editora RH, atividade que mantém.

RESULTADO do Passatempo A Revolução da Mulher das Pevides

Boa Noite Estrelinhas!!

Já tenho o resultado do passatempo A Revolução da Mulher das Pevides.

Parabéns a nossa Andreia [...]  Fernandes - Póvoa de Varzim

Fica atenta ao teu email.

Quanto aos outros participantes, não fiquem tristes. Haverá mais oportunidades.

Um grande obrigada a nossa Saída De Emergência, por este passatempo.

sexta-feira, dezembro 11, 2015

Opinião do livro Possessão de J. R. Ward


    Hoje voltamos a mais um livro da nossa Ward e continuando com a saga dos Anjos Caídos. Vamos lá gente toca a comprar esta saga e a ler para ver se a Leya edita o ultimo livro da saga.
     Este é o quinto livro da saga em que nos aparece a quinta alma a ser salva e sinceramente o meu livro preferido de toda a saga. Porquê? Amei o casal romântico... Ele é super misterioso, com uma carapaça dura e cara de mau, mas no fundo um homem super sensível e carinhoso. Ela é uma mulher a tentar superar um desgosto amoroso e par isso dá uma volta à sua simples vida. Entre o casal vai haver muitos encontros e desencontros com muitas cenas calientes à mistura e também concorrentes masculinos muito interessantes.
     Os nossos anjinhos vão estar um pouco com a cabeça no ar sem saber para que lado se virarem e a lutar cada um para o seu lado o que vai dificultar as coisas.
     Depois disto que mais vos posso dizer? Toca a levantar o traseiro do sofá  para comprarem e lerem este  espécimen maravilhoso de livro.

     Beijinhos e MUITAS leituras
    
     Li

quarta-feira, dezembro 09, 2015

Opinião do livro Inveja da J.R. Ward




     Mais um livro da Ward e da saga Anjos Caídos sendo que este é o terceiro da saga.
     Em primeiro lugar tenho de dizer que a capa está muito bem escolhida.
     Neste livro aparece-nos uma personagem que já tinha sido apresentada numa outra saga da Ward (Irmandade da Adaga Negra), aqui vai ser a alma que precisa de ser salva pelo nosso herói Jim Heron e esta personagem é o detective de homicídios Thomas Delvecchio Jr. Outra personagem que tambem dá aqui o ar da sua graça e que também já apareceu na IAN é o antigo colega de Butch o detective De la Cruz.
     O caso amoroso deste livro é entre dois policias Delvecchio e Sophia Reilly, a historia entre os dois desenvolve-se rapidamente e é tão gira de acompanhar... E só vos digo o final está de cortar a respiração!!!
     Este sim aconselho a ler. 

     Beijinhos e MUITAS leituras!!!

     Li

sexta-feira, dezembro 04, 2015

PASSATEMPO: A Revolução da Mulher das Pevides [Saída de Emergência]

Boa Noite Estrelinhas!

Como referi dias atrás. Iria haver uma surpresa aqui no blog com a mais nova parceira, recordam-se? A Saída de Emergência juntou-se a nós! E para comemorarmos temos este fantástico passatempo.

As respostas as perguntas colocadas, serão encontradas AQUI. E para isso basta vocês clicarem em Ler excerto da Obra.

E peço-vos, leiam com muita atenção. Qualquer resposta incorrecta será anulada.

O Blog Livros nas Estrelas e a Saída de Emergência desejam a todos os participantes boa sorte.

Prestem atenção as Regras que se encontram no formulário.

Passatempo Valido até 17 Dezembro pelas 23:59

Aproveitem e espreitem, a nossa SdE Já tem INSTAGRAN



quarta-feira, dezembro 02, 2015

Opinião Cartas de Amor aos Mortos de Ava Dellaira [Editorial Presença]

Obrigada a Editorial Presença, pela oferta deste livro.
Compre o livro Aqui.

Bem, sinceramente não sei por onde começar. Mas acho que vou iniciar esta opinião pelos meus receios iniciais.

Para quem me conhece, já sabe sem sombra de duvidas o meu género literário, gosto de narrativas envolventes, românticas com um toque de humor a mistura. Pode ir do Romance histórico ao Romance sobrenatural. Mas nunca em circunstancia alguma géneros que tenham um toque de "realidade".

Quando a Editora Sugeriu-me este, confesso, fiquei de pé atrás, não o conhecia e pelo titulo? Não me despertava interesse algum. E assim que iniciei a leitura...benzi-me e pensei... Santinhos da Leitura, ajudem-me a conseguir ler este livrinho, para conseguir fazer esta opinião. Juro que o fiz, até o meu marido olhou para mim, leu o titulo e começou a rir, algo do género.... Deve ser verdade que leias isso. 

E eu só vos posso dizer.... sabem o que é levar uma chapada sem mão? Agora coloquem isso num livro... isso mesmo, um livro a dar-vos uma chapada sem mão.
Iniciei a leitura com algum receio, quando verifiquei que realmente a narrativa é em "cartas" e eu gosto de saber o que se passa, gosto de acompanhar o "dia a dia" da personagem no livro. E cartas? Va lá, elas não nos dizem muito num livro, tornam-se massantes, irritantes e repetitivas. E foi a meio do livro que eu pensei, bolas! Ela deu-me completamente a volta, como é possível isto?

A verdade é que a Ava, agarra o/a leitor/a com unhas e dentes em cada página, conheci nomes que nunca tinha ouvido falar e no qual fui pesquisar [alguns, até agora]. É de todo impossível não amar este mundo que a autora, Ava Dellaira, cria para nós. É uma viagem sem retorno, Cada carta, cada desabafo deixa-nos a pensar.
Afinal de contas quem é que nunca perdeu alguém especial? Quem é que nunca sentiu aquele vazio no peito? Quantas vezes não olhamos para o telemóvel, ou telefone, ou até mesmo para a porta a espera que aquele alguém ligasse ou chegasse?

Eu pelo menos já, e não foi bonito. Aos meus 18 anos mudei-me para um andar novo, deixei os meus amigos da minha rua, e sentia-me uma estranha naquele prédio novo, naquela rua nova. Com as mudanças e limpezas raramente saia a rua para conhecer os jovens dali. Até que certo dia, a minha mãe chegou ao meu quarto e disse: Toma, o vizinho do lado mandou-te isto para te distraíres. E eu fiquei a olhar para o Discman e os fones tão bem enrolados na caixinha. Escusado será dizer que fiquei completamente eufórica. E quando fui uma vez ao terraço, para estender a roupa, vi um rapaz por volta dos seus 24 anos, no terraço dele [que era ao lado do meu] ele olhou para mim e sorrio, eu claro, fiz cara de má agarrei no alguidar da roupa e vou para entrar em casa, até que ele me fez parar com o seguinte: Então, o Discman ainda toca? Precisas de pilhas? E sem entender bem como nem porque, tinha sido ele a emprestar-me o Discman dele, fiquei tão envergonhada e mal consegui dar uma resposta. A partir daí todas as noites a gente sentava-se no muro que dividia os terraços e falávamos até das estrelas. Conversas sem qualquer nexo, mas que sabia bem ter alguém com quem falar e ainda por cima com o vizinho 6 anos mais velho que nós. Uau, até aquela fatídica noite. Ele tinha vindo passar ferias a casa [tinha ido para França 3 meses antes em trabalho], a mãe dele tocou a nossa campainha muito chorosa, os meus pais e a mãe do Sérgio saíram disparados pela madrugada e eu fiquei em casa a tomar conta da minha irmã mais nova, e do irmãozinho dele de 4 anos [mais ou menos] na altura. Eu sabia o que se tinha passado, tinha ouvido a Lena dizer que o Sérgio tinha tido um acidente de carro. Fiquei preocupada, obvio, mas pensei... ele está bem, logo ele está aqui para se meter comigo e irmos beber um café. Mas ele nunca chegou aparecer, a noite esperava por ele no terraço e nada. O Sérgio tinha morrido nesse acidente... morreu no local. O Mais estúpido da situação é que tínhamos discutido na noite anterior, bem eu discuti, ele riu-se e disse: "Bonequinha, tens cá um mau feitio ein" Durante vários meses, anos, todas as noites eu sentava-me no muro do nosso terraço e esperava.... e esperava... e nada. 

Por isso é que este livro me tocou tanto, não há palavras. Os sentimentos descritos, os desabafos, aquele comportamento que ninguém entende...aquela espera, aquela negação do que aconteceu e pensar... quando acordar vai estar aqui. Supostamente é um género literário que tanto evito, mas este livro é impossível ignorar, é impossível ter na prateleira a ganhar pó sem o ler.

A Laurel é uma jovem que passa por tudo e mais um pouco, mas apesar de alguma fraqueza ela é uma jovem forte, com a cabeça no lugar com a certeza do que é certo e o que é errado.
As personagens deste livro tão bens descritas, criadas de forma única, todos os personagens são essenciais neste livro. E de uma maneira estranha conseguimos identificar-nos um pouquinho, mínimo que seja, com cada um. Só houve um que me deixou de pé atrás, o Sky, mas cada um tem os seus demónios, cada um tem a sua maneira de lidar com as situações. E o Sky teve a dele, um pouco estranha, demasiado egoísta, mas é a dele.
Fiquei feliz, por a Laurel ter conseguido se livrar do demónio que a assombrava, ter conseguido contar a verdade daquela noite.

Gostei acima de tudo, da autora usar famosos já falecidos, e conhecer-mos eles um pouco mais, desde o Kurt Cobain; Judy Garland; Amy Winehouse; River Phoenix entre outros.

É um livro que recomendo vivamente a lerem, pois só quando o lerem entenderão toda a magia que nele se encontra e a forma única de ele nos agarrar até a alma.

É sem qualquer duvida uma autora que irei manter debaixo de olho.

Resultado PASSATEMPO Cartas de Amor aos Mortos

Boa Noite Estrelinhas!

Aqui estou eu, para dar o resultado de mais um passatempo que terminou, com o apoio da nossa Editorial Presença.

Ansiosos ein? Agradeço a todas as participações, mas infelizmente só pode haver 1 [um] vencedor, neste caso será uma vencedora....

E o nosso estimado RANDOM.ORG selecionou...txa ram ram rammmmmm.....

nº 23 Lia Silva!

Parabéns querida!!!

Fica atenta ao teu email, verifica até na pasta SPAM. Aguardo a tua resposta para o mais breve possível, para assim dar seguimento dos teus dados a Editora.

Quanto aos restantes participantes, não desanimem, haverá mais passatempos e que sabe se no futuro não serás tu.

Boas Leituras!

segunda-feira, novembro 30, 2015

Nova Parceria com... Saída de Emergência

Boa Tarde Estrelinhas!

Tenho uma boa noticia a dar.
Temos uma editora a fazer-nos companhia aqui no blog. Pois é, e vamos comemorar, por isso estejam atentos.
Pois dia 4 [quatro] de Dezembro teremos algo aqui que acredito... vocês não vão querer perder!

Obrigada Saída de Emergência.

Edições Saída de Emergência - INSTAGRAN
Edições Saída de Emergência - Facebook
Saída de Emergência - Site

domingo, novembro 29, 2015

Opinião O Ouro do Alquimista de Philippa Gregory

Olá Estrelinhas,

Antes de começar esta opinião, quero agradecer a TOPSELLER pela oferta d'O Ouro do Alquimista.

Para quem pensava que eu já tinha superado aquela fase terrível de iniciar leituras pelo meio das series, está redondamente enganado. Só para não perder o jeito aqui estou eu, com a leitura deste livro, O Ouro do Alquimista.

Segundo o muito prestável GR [porque como sabem, sou uma cabeça no ar] O Ouro do Alquimista é o terceiro livro da serie Order of Darkness. Sendo o Primeiro Predestinados e o Segundo Filhas da Tempestade.

Já faz algum tempo que não lia nada da nossa Philippa Gregory, apesar de ter uns quantos aqui para ler. E enquanto me deliciava com este livro, perguntava-me inúmeras vezes porque é que ainda não li os outros que aqui tenho?!

Philippa Gregory é magica, ela envolve-nos totalmente com a sua escrita, os mundos que cria e as personagens únicas. Adorei cada uma delas, em especial o nosso tolo Freize e a forte e destemida Ishraq. Um casal, irei chamar assim, fantástico e divertido que ajuda aligeirar o ambiente em alturas mais tensas. O Irmão Peter é uma personagem e tanto, há alturas que é de arrancar os nervos a um santo, mas este senhor fez o meu queixo estatelar-se no chão a dada altura... qual? Convido-vos a ler e a descobrirem por vocês. Lucas e Isolde, oh o meu casalinho que dá vontade de bater, mas ao mesmo tempo derrete-nos o coração. Devo dizer que Isolde fez o meu coração parar ao enfrentar a oferecida da Dona Carintha, gostei de "ver". Luca Vero, este jovem é de partir o coração mais no final deste livro. Tanto trabalho, tanto esforço e dedicação para ouvir aquelas palavras amargas... é de fazer doer o coração.

A Autora dá um mistério enorme em todo o enredo, e faz-nos levantar muitas perguntas e enquanto lemos da-mos por nós a fazer montes de suposições, mas nunca uma que vá de encontro ao futuro nas paginas seguintes.

Fiquei curiosa quanto a algumas personagens, inclusive o casal que aparece neste livro, Drago Nacari e Jacinta, pergunto-me se eles estão nos livros anteriores. Parece-me que tenho dois livros acrescentar na minha Wishlist para conseguir compreender ainda melhor toda esta história.

Irei estar bastante atenta ao próximo lançamento, pois preciso desesperadamente saber o que irá acontecer, se haverá um "final feliz" para o nosso Luca e Isolde, assim como Freize e Ishraq. Saber se sempre conseguirão levar os planos a bom porto, assim como o que pretende o Monsenhor com os nobres de ouro.


  1. Predestinado
  2. Filhas da Tempestade

sexta-feira, novembro 27, 2015

Que Amigo Levo Comigo? de DR. Seuss [BOOKSMILE]

Que Amigo Levo Comigo?

de Theodor Seuss Geisel

Edição/reimpressão:2015

Páginas: 40

Editor: Booksmile

ISBN: 9789898831392



Sinopse

Queremos um amigo.
Queremos um amigo.
Que tipo de amigo
Vou levar comigo?
O cachorro?
O gatinho?
A gata?
Ou o cão?
Oh, pá!
Isto não vai ser fácil, não.



Antes de mais, se quisermos dizer corretamente o nome de Dr. Seuss, o melhor é recorrer à forma como a família o pronunciava: Zoice e não Soose. Theodor Seuss Geisel, Ted para a família, passou a assinar como Dr. Seuss depois de uma bebedeira no último ano da faculdade ter resultado no fim da sua carreira como editor da revista de humor da faculdade. Obrigado a deixar cair o Ted e a usar pseudónimos, em revistas de humor passou, entre outros, a assinar como Dr. Theophraustus Seuss, abreviando depois para Dr. Seuss. E, com a abreviatura veio uma nova forma de pronunciar o nome: Dr. Soose.

O Dr. Seuss não é médico. Aliás, nem o Ph.D tirou (apesar de ter o ter recebido mais tarde a título honorífico), tendo preferido dedicar-se ao desenho. Escrever anúncios para marcas como a NBC, Ford, General Eletric, entre outras, foi a sua principal fonte de rendimento durante 30 anos, até que, 12 livros depois (1957), surgiu «The Cat in the Hat».

Ironicamente, no ano em que escreveu o primeiro livro infantil descobriu que a primeira mulher, Helen, não podia ter filhos. Questionado como conseguia escrever tão bem livros para crianças, sem ter a experiência da paternidade, Dr. Seuss respondeu: “You make ’em. I’ll amuse ’em”.Curiosamente, existiram grandes autores da literatura infantil não tiveram filhos como Lewis Caroll ou Beatrix Potter.

Poesia ou prosa? Ganha a poesia. Dos 44 livros escritos e ilustrados por Dr. Seuss, apenas 4 são em prosa. Se contarmos livros ilustrados por outro artista, escritos sob pseudónimos, em coautoria ou publicados postumamente, num total de 66, o número aumenta para…5. Porquê? Responsabilidade da mãe Henrietta que adormecia todos os dias os filhos ao som de músicas rimadas. Pese ser um excelente poeta, o facto de escrever poesia para crianças não lhe trouxe, na altura, o reconhecimento devido. E, a muitos não agradava, de todo, o facto de Dr. Seuss adorar inventar palavras que não constavam dos dicionários.

Dr. Seuss queria, com os livros infantis, não só colocar as crianças a ler, mas também fazê-las pensar e imaginar. Nunca tratá-las com condescendência, mas como iguais. Algumas semanas antes de morrer, perguntaram-lhe que mensagem gostaria de deixar às crianças. Mensagem ou slogan? Um slogan: “We can … and we’ve got to… do better than this”.

Poucos são os autores de literatura infantil que tiveram direito a uma estátua pública. Dr. Seuss teve essa honra, juntando-se a nomes como Hans Christian Anderssen, Astrid Lindgren ou Mark Twain. Da escultura fazem parte personagens que marcaram a sua carreira: Lorax, Grinch e o seu cão Max, Yertle the Turtle, Horton the Elephant e Thidwick the Big-Hearted Moose.


Dr. Seuss (1904-1991) é um dos mais queridos autores de livros infantis de todos os tempos, tendo sido traduzido para mais de 30 línguas e publicado mais de 60 títulos. Que Amigo Levo Comigo? é a última obra do autor, descoberta recentemente (acredita-se que tenha sido escrita entre 1958 e 1962). É com este livro que a Booksmile inicia a publicação das obras de Dr. Seuss, estando três obras previstas para lançamento em 2016: The Cat in The Hat, Green Eggs and Ham e How The Grinch Stole Christmas. Entre muitos prémios que lhe foram atribuídos, destaca-se o Pulitzer. E muitas das suas histórias deram origem a filmes premiados: três Óscares, três Emmy e um prémio Peabody

Este Dia na História de João Bonifácio [VOGAIS]

Este Dia na História
Acontecimentos Fundamentais da História para todos os Dias do Ano
de João Bonifácio

Edição/reimpressão:2015
Páginas: 288
Editor: Vogais
ISBN: 9789898831217

Sinopse

Uma viagem histórica pelos 365 dias do ano, em que se revisitam alguns dos eventos mais significativos de Portugal e do mundo.

A execução de Inês de Castro por ordem de D. Afonso IV, pai de D. Pedro, foi um dos momentos mais marcantes da História de Portugal. A descoberta de quatro luas de Júpiter por Galileu e o estabelecimento da primeira ligação telefónica transatlântica, que reduziu a distância de Nova Iorque para Londres, são eventos determinantes na História Universal. O que têm em comum estes acontecimentos tão diferentes, separados por séculos? A data em que ocorreram: 7 de janeiro.

Tem curiosidade em saber que episódios históricos fundamentais ocorreram nas datas especiais da sua vida?
Com Este Dia na História poderá descobri-lo. Resultado de uma investigação cuidada do jornalista João Bonifácio, e escrito numa linguagem acessível, este livro mostra-lhe factos admiráveis ocorridos no mesmo dia e que juntam protagonistas tão diferentes como, por exemplo, Sophia de Mello Breyner, Charlie Chaplin, D. Afonso Henriques e Cristiano Ronaldo.

Este Dia na História é a leitura perfeita para todos os dias do ano. «Este livro não ambiciona ser uma História de Portugal e do Mundo, embora queira, de forma leve, recuperar os eventos mais importantes do nosso passado. (…) Se muitas entradas são sobre a História de Portugal, outras referem-se ao mundo todo - e versam conquistas e descobertas, invenções e figuras determinantes. (…) Que vos entretenha e que vos elucide, que complexifique a ideia que tinham de Portugal e do mundo, e que vos divirta tanto quanto me divertiu pesquisá-lo em livros e jornais antigonefos - é o que espero que este livro faça
João Bonifácio


Este livro não ambiciona ser uma História de Portugal e do Mundo, embora queira, de forma leve, recuperar os eventos mais importantes do nosso passado. (…) Se muitas entradas são sobre a História de Portugal, outras referem-se ao mundo todo - e versam conquistas e descobertas, invenções e figuras determinantes. (…) Que vos entretenha e que vos elucide, que complexifique a ideia que tinham de Portugal e do mundo, e que vos divirta tanto quanto me divertiu pesquisá-lo em livros e jornais antigos - é o que espero que este livro faça.» - João Bonifácio



Este Dia na História, de João Bonifácio, é um livro para gente curiosa. Se tem curiosidade em saber que episódios históricos ocorreram nas datas especiais da sua vida, este é um livro a não perder.

A 27 de agosto de 1810, o paiol de Almeida, na região da Guarda, explodiu, destruindo o castelo medieval e a igreja matriz da vila portuguesa. Mas os danos não foram apenas arquitetónicos: cerca de 500 soldados luso‑britânicos morreram na tragédia, o que facilitou a vida aos franceses que nos queriam invadir. Pensem nisto por um instante: Napoleão impusera o Bloqueio Continental, segundo o qual países como Portugal deviam impedir a entrada de navios de comércio britânicos nos seus portos. Portugal precisava do comércio inglês, pelo que não aderiu ao Bloqueio; de modo que viu as suas fronteiras violadas pelo exército francês e, por isso, pediu ajuda ao seu velho aliado inglês. No meio disto, explodiu um paiol, ajudando a causa napoleónica.

Não precisamos de ir mais longe do que isto para nos depararmos com um exemplo de como a grande e a pequena história se combinam e confundem. Caso assistam a um documentário ou leiam uma biografia sobre Napoleão, dificilmente encontrarão uma menção que seja à explosão de Almeida, o tipo de dado que, pela sua pequenez na História, está confinado a mono‑ grafias escritas por historiadores locais. No entanto, uma boa parte dos acontecimentos que mudam o mundo estão repletos destes pequenos acasos, que têm mais peso do que queremos admitir na nossa fortuna.

Pensem em D. João III. O rei viu todos os seus filhos morrerem até nascer João Manuel e contrariar essa sina. Ironia das ironias, João Manuel produziria um varão, D. Sebastião, que tomaria a coroa. Sabemos como a história acaba: com a dinastia dos Filipes. Isto não significa que o objetivo último deste (humilde) livro seja encontrar as mais ínfimas dobras da História nacional e justificá‑las à luz dos acontecimentos do tempo em que ocorreram. Não, antes de mais estes cadernos são uma espécie de declaração de amor a um subgénero literário que podemos apelidar de entretenimento. in Introdução



Nascido em 1975, João Bonifácio é jornalista e escritor, publicando regularmente no jornal Público. Trabalhou na imprensa regional portuguesa, foi editor da revista Os Meus Livros, colaborou com vários órgãos de comunicação social, da revista Blitz ao jornal A Bola, passando pelas revistas Time OutUP, fez guiões para televisão, traduziu, reviu, escreveu para o Inimigo Público e comentou futebol no Canal Q e em A BOLA TV.
​ ​
É autor do manual de sobrevivência para os homens do século XXI, O Livro do Homem (ed. Quetzal), e do livro-reportagem sobre Manuel Palito, Daqui Não Sais Viva (ed. Guerra & Paz).

Harry Potter - Edição Cartonada e Ilustrada

(Edição Ilustrada)
de J. K. Rowling; Ilustração: Jim Kay

Edição/reimpressão:2015
Páginas: 248
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722356824
Coleção: Diversos Infantis e Juvenis


O primeiro volume do clássico escrito por J.K. Rowling, é publicado numa edição de capa dura, com 100 incríveis ilustrações, da autoria do inglês Jim Kay, vencedor da Kate Greenway Medal. A Portugal chega a 15 de dezembro 2015, disponível em todas as livrarias do país.  

A vida de Harry Potter muda para sempre no dia do seu décimo primeiro aniversário, quando o gigante Rubeus Hagrid lhe entrega uma carta e lhe dá algumas notícias surpreendentes. Harry Potter não é um rapaz vulgar: é um feiticeiro. E uma aventura extraordinária está prestes a começar.

«As ilustrações criadas por Jim Kay tocam-me profundamente. Adoro a sua interpretação do mundo de Harry Potter. Sinto-me grata e honrada por ele lhe ter emprestado o seu talento.» - J.K. Rowling

Jim Kay, trabalha como ilustrador há sete anos. Trabalhou na Tate Gallery e no Royal Botanic Gardens Kew. Criador de inúmeras ilustrações para diversas editoras, a sua vida mudou quando ilustrou o livro de Patrick Ness, intitulado Sete Minutos Depois da Meia-Noite (já publicado em Portugal pela Presença). Considera que a conceção de ilustrações para livros é extremamente difícil, o trabalho mais complexo que já teve, sendo esse talvez o motivo pelo qual se dedicou a esta carreira.


PÚBLICO-ALVO: Fãs da série, novos leitores e colecionadores.

Miúda Online 2: On Tour de Zoe Sugg [BOOKSMILE]

Miúda Online 2: On Tour
de Zoe Sugg

Edição/reimpressão:2015
Páginas: 336
Editor: Booksmile
ISBN: 9789898831323

Sinopse

As malas estão feitas. A digressão vai começar.
A Penny é convidada pelo seu deus do rock, o namorado Noah, para o acompanhar na digressão pela Europa. Ela está ansiosa.
Mas, quando se confronta com a agenda sobrelotada do Noah, com os membros da banda com ar de poucos amigos e com ameaças de fãs ciumentas, começa a sentir-se um pouco a mais.
Além disso, não consegue evitar as saudades da família, do seu amigo Elliot... e do seu blogue, Miúda Online.
Conseguirá a Penny equilibrar o amor com o resto da sua vida, ou perderá tudo enquanto procura ter o verão perfeito?


Depois de Miúda Online, editado pela Topseller em 2014, romance que saltou para o n.º 1 do top em diversos países onde foi editado, entre os quais Inglaterra e EUA, chega agora às livrarias Miúda Online 2: On Tour (Booksmile l 336 pp l 16,59€), o segundo livro de uma das mais influentes vloguers mundiais, Zoe Sugg, aka Zoella. 

Com quase 10 milhões de seguidores no Youtube, e mais de 6 milhões no Instagram, Zoella é, aos 25 anos, uma cara famosa entre os que têm na moda e na beleza uma paixão, criando tendências. A fama e influência conquistadas por Zoe Sugg permitiram-lhe conquistar vários prémios como o recentemente atribuído “UK Favourite Vlogger”. Foi, também, uma das personalidades convidadas para a tão badalada campanha de solidariedade BAND AID 30 liderada por Bob Geldof, onde marcaram presença, entre outros, Bono, Ed Sheeran e Rita Ora. 

Em 2014, Zoella aceitou um novo desafio e no dia 25 de novembro de 2014 lançou Girl Online, livro que veio agitar o meio literário. Porquê? Porque ao vender 78.109 cópias nos primeiros sete dias, Zoella bateu um recorde de vendas, eclipsando nomes como E L James, JK Rowling e Dan Brown. O segundo volume já é um sucesso de vendas. Destinado a um público jovem adulto e adulto, fãs de romances contemporâneos e autores como John Green, este segundo volume vai continuar a conquistar os milhares de fãs que a vloguer já tem em Portugal.


















Zoe Sugg, conhecida como Zoella, é uma vlogger de 25 anos natural de Brighton, no Reino Unido. Os seus divertidos vlogs de beleza, moda e estilo de vida alcançam milhões de seguidores no YouTube.Em 2011, venceu o Blog Award da Cosmopolitan para o melhor Blogue de Beleza e no ano seguinte recebeu o galardão de Melhor Vlogger de Beleza. Zoe recebeu também o prémio de Melhor Vlogger Britânica nos Radio 1 Teen Awards e o prémio Nickelodeon Kid’s Choice de 2014 para a Vlogger Favorita do Reino Unido, tendo sido ainda nomeada Estrela da Internet na categoria de Moda e Beleza nos Teen Choice Awards de 2014. Também em Portugal Zoella é um fenómeno entre as leitoras jovens adultas e adultas. O seu primeiro romance, Miúda Online, foi o livro de estreia mais vendido de sempre no Reino Unido, entrando diretamente para o primeiro lugar de todas as tabelas de vendas.

quarta-feira, novembro 25, 2015

O Meu Cão e Eu e O Meu Gato e Eu [BOOKSMILE]



O lançamento dos livros é este domingo, às 18h, na Fnac Vasco da Gama, com apresentação de Ana Galvão. 




Ter um animal de estimação é o sonho de qualquer criança. E, entre os preferidos dos mais pequenos estão, claro, os cães e os gatos. Mas, para tratar deles é preciso aprender muitos truques! O Meu Cão e Eu e O Meu Gato e Eu, da veterinária Joana Pereira (texto) e Andréa Benoliel (ilustrações) vêm dar uma preciosa ajuda aos mais pequenos, ensinando-os a cuidar na perfeição do seu melhor amigo. Os pais, esses agradecem!

Nestes dois livrinhos (que incluem um diário), os mais novos vão encontrar toda a informação necessária para cuidar do seu melhor amigo:
- a raça certa a adotar;
- os objetos indispensáveis para o fazer sentir-se em casa;
- os cuidados diários a ter (rotinas, alimentação, higiene);
-as melhores dicas para o educar.

Os livros, cheios de ilustrações divertidas e cheias de cor, trazem, ainda, muitas páginas para colarem fotografias e apontarem tudo sobre o seu novo amigo, incluindo: nome, datas importantes e próximas vacinas.


O Meu Cão e Eu
Como Cuidares do Teu Melhor Amigo
de Joana Pereira

Edição/reimpressão:2015
Páginas: 96
Editor: Booksmile
ISBN: 9789898831064







Como Cuidares do Teu Melhor Amigo
de Joana Pereira

Edição/reimpressão:2015
Páginas: 96
Editor: Booksmile
ISBN: 9789898831071



LANÇAMENTO: Make-A-Wish [Presença] de Mia Rose | 2 Dezembro


Lançamento do livro DESEJOS REALIZADOS, de Nikki Loftin, com a participação de Mia Rose.

Dia 2 de Dezembro, pelas 18H30, na FNAC Chiado.








Não percam o passatempo aqui!









Nikki Loftin
Título Original: Wish Girl
Tradução: Cristina Carvalho
Páginas: 256
Coleção: Ficção Juvenil Nº 3
ISBN: 978-972-23-5688-6

Peter Stone é um tímido rapaz de doze anos com uma família barulhenta que não compreende o seu isolamento. Recém-chegado à região montanhosa do Texas encontra um vale tranquilo onde conhece a extrovertida Annie Blythe. Peter descobre que Annie, a rapariga que pede desejos, tem uma doença grave e fica surpreendido com a sua força de viver. Ambos decidem fugir para o vale, pois acreditam que a magia que o envolve irá realizar os seus desejos. No entanto, depressa percebem que a verdadeira magia reside na amizade genuína.

Desejos Realizados é um romance repleto de encanto e de aventura que conta, de forma inspiradora aos leitores de todas as idades, a história comovente de dois personagens inesquecíveis. Porque alguns lugares são mágicos. E algumas pessoas também.


Nikki Loftin nasceu em 1972 e vive com o marido e os filhos nos arredores de Austin, no Texas. É autora de Nightingale’s Nest, que obteve críticas elogiosas, e de The Sinister Sweetness of Splendid Academy, considerado «encantador» pela Publishers Weekly e «irresistível» pela Kirkus. Este é o seu terceiro livro. 


NA COMPRA DESTE LIVRO 1€ SERÁ DOADO
À MAKE-A-WISH® PORTUGAL
Para que mais desejos de crianças gravemente doentes sejam realizados

Amizades Improváveis de Jonathan Evison [TOPSELLER]

Amizades Improváveis
de Jonathan Evison

Um romance escrito com o coração, acerca de heróis improváveis e amizades inesperadas.
Edição/reimpressão:2015
Páginas: 360
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898831309

Sinopse

Trevor é um jovem de 19 anos com distrofia muscular, limitado a uma cadeira de rodas. Ben, um homem que perdeu tudo, é o seu auxiliar de apoio domiciliário, e aos 39 anos já sabe bem onde começa e acaba a vontade de viver. Juntos irão descobrir as suas verdadeiras essências, numa viagem de autodescoberta capaz de mudar para sempre a forma como hão de viver o passado e o presente, e perspetivar o futuro.
Com uma escrita muito própria, dotada de energia, graça inteligente e momentos de absoluta beleza, Jonathan Evison conta-nos uma história inspiradora sobre encontros e desencontros, mágoa e superação, e sobre as surpresas da vida e suas incomensuráveis recompensas.
Um livro cativante, comovente e com sentido de humor agridoce, que vai ser adaptado ao cinema pela CBS Films em 2016.



Jonathan Evison foi vocalista da banda punk March of Crimes, oriunda de Seattle, grupo por onde passaram futuros membros de grupos de êxito mundial como os Pearl Jam e os Soundgarden. 

Dos palcos para os livros, Jonathan Evison é hoje comparado pela crítica internacional a escritores como J. D. Salinger, Charles Dickens e John Irving, pela sua escrita emocional e humor invulgar. Em Amizades Improváveis, o Evison traz-nos uma história cheia de emoção, sobre heróis improváveis e amizades inesperadas. Chega às salas de cinema em 2016.



«Uma história agridoce, comovente e engraçada sobre alguém que cuida de uma pessoa com deficiência, contada sem
sentimentalismo ou amargura.» - The Washington Post

«Jonathan Evison envolve esta história melancólica num humor especial, numa narrativa vívida, com um núcleo mordaz
e personagens solitárias e peculiares.» - Kirkus Reviews


Opinião do livro Desejo de J. R. Ward

     

Este é mais um livro da saga dos Anjos Caídos, nomeadamente o segundo. 
     A capa está gira e vai de encontro às demais apenas um ponto negativo a notar é que a tinta do título desaparece com alguma rapidez, pelo menos no meu que andava comigo na bolsa enquanto eu o lia. 
     Este livro vai desenvolver mais a personagem de Jim Heron que nos vai acompanhar nos restantes livros da saga, ta.bem como os seus companheiros anjos. Jim vai entrar num jogo sexual com a demónio que tem de derrotar o que não vai facilitar as coisas aquando da salvação da alma em jogo.
     O casal principal é Isaac e Grier, um casal que eu gostei bastante. Ele é um dos colegas da vida antiga de Jim, isto é um assassino contratado. Mas no fundo é ainda um menino que como todos quer muito amor e carinho é um cavalheiro à moda do sul apesar daquilo que faz para ganhar dinheiro. Grier é uma advogada com uma família cheia de segredos que vão ser revelados no decorrer da narrativa.
     Mais um livro com o carimbo da nossa Ward que eu aconselho vivamente a ler!

     Boas leituras

     Li

segunda-feira, novembro 23, 2015

O Crohn e eu.... Odeio-te Lactose

Boa Noite Estrelinhas!

Algum tempo, vi no Blog Atrapalhada... Mas Feminina, da Liliana, um tema que me interessava. [Saúde] Intolerância à lactose - Queijo tipo flamengo.

Assim sendo, decidi copiar a ideia da Liliana e publicar aqui no Blog. Mas porquê, perguntam-se vocês. Simples, acho que é um tema que deve ser abordado com mais frequência, para chegar a mais pessoas, sejam elas intolerantes a lactose, sejam elas doentes de Crohn.

Mas o que é o Crohn?

Bem, não vos vou contar tudo aqui. Mas deixo-vos o link para que possam ir espreitar quem é e o que faz este monstrinho chamado Doença de Crohn.

Eu comecei com os sintomas aos 17 anos, mas não os sintomas chamados "normais". Inicialmente comecei [com o que foi diagnosticado na altura, pelo médico] Arritmia, neste caso taquicardia, o coração bate mais rapido, batimentos superiores a 100, por minuto. Na altura o medico, da Urgência Geral, aconselhou-me a não correr, não jogar nem fazer esforços. Confesso que na altura o desgraçado do medico não fez caso de mim, muito menos no que os bombeiros escreveram na minha ficha. Alias, ainda gozou com a situação a dizer que se realmente o meu coração estivesse assim já tinha esticado o pernil, lembro-me vagamente na altura, os bombeiros e farmacêuticos medirem-me a tensão 3 vezes. Sim nessa altura passei mal numa farmácia em Setúbal, sem qualquer aviso prévio, do nada desatei a chorar, aflita do peito e cai para o lado. A única coisa que ouvi já no hospital foi a mínima a 14 e ritmo cardíaco a 145 p/min. E claro ouvir o médico a rir a gargalhada.

Com o tempo, a minha "Arritmia" começou acalmar e começou as dores de estômago e vertigens. Escusado será dizer que nos exames NUNCA acusou nada. E segundo a minha antiga medica de família eu precisava era de um psicólogo. Com os dias a passarem, começou a azia, azia ao ponto de fazer todo o conteúdo do meu estômago sair e as lágrimas correm-me pela cara sem razão aparente. Nessa época, com 17 anos eu pesava sensivelmente 53/54Kg. No espaço de 2 meses cheguei aos 37Kg, só vomitava, era correrias para a casa de banho que nunca mais terminavam. Até que finalmente encontrei um Médico, sim com M bem grande! Porque tantos meses a sofrer e internamentos e a piorar, nunca ninguém soube o que fazer ou o que seria. Aos 17 anos alem de ter apenas 37Kg, ter uma cor cinzenta esverdeada e não conseguir manter um simples copo de agua no estômago era horrível. E claro... mas más línguas! Oh essas, as pessoas não sabem, mas mesmo sem saber inventam! "Ahh pobre coitada da mãe, a criar uma filha para ela vir com a mania das dietas, olha o ponto que ela chegou" ou então "Anorexia, é o que é. Essas miúdas metem-se nas dietas e dá nisto. Agora a mãe que se aguente. Não via o que a filha andava a fazer?" ou a minha preferida! "Oh Dona Paula, parabéns! Vi a sua filha ontem, nem sabia que ela estava gravida! Mas a pobrezinha devia de se alimentar melhor, naquele estado fazer dieta não é o ideal!"

Sim, de facto eu parecia um palito com uma ervilha... mas caramba! De todo este processo e aos 18 anos finalmente ser diagnosticado o Crohn, eu não tinha entendido o que isso era, nem as limitações. Ora vejamos, eu fazia natação, andava em orientação, jogava futebol e ainda andava na aeróbica.   Comia muito, mas muito mesmo e nas saídas ia iogurtes comigo, um bolo, uma barra energética ou um pacote de leite. E do nada, tudo isso é-me proibido. Cozidos e Grelhados, dizia o meu médico. Batata, arroz ou esparguete, nada mais que isso, carne de porco uma vez por semana, carne de peru ou frango, posta de pescada. E pouco mais era a minha dieta, nada de doces, nada de nada de leite! Como é que eu podia deitar-me a noite sem ter bebido o meu leitinho? Aqueles dias bem quentes, em que eu ia ao frigorífico e bebia leite do pacote que me sabia tão bem. Tudo isso foi cortado.

O meu leite na altura? Era uma miragem bem lá no fundo. Tentei leite de arroz, leite de soja até que encontrei o AL 110


De inicio... estranha-se. Mas depois entranha-se hehehe a verdade é que só no inverno é que se bebia bem, mas só com um pouco quase nada, só para dar cor de Nesquik. No verão? Os gelados? Só Calippo, já disse que odeio o Calippo? E leite? Era de todo impossível conseguir beber ele no verão. Nem iogurtes, nada! Corri tudo a procura de produtos lácteos sem lactose...nada de nada. Comecei a entrar em desespero. Até que resolvi entrar em contacto com a Mimosa, perguntar se tinham produtos sem lactose, expliquei a minha situação. Escusado será dizer que a Mimosa, nem se deu ao trabalho de me mandar pastar. Mas o certo é que meses depois encontrei no continente leite mimosa 0% Lactose, não digo que a causa disto foi o meu email, duvido muito. Mas fiquei super feliz, agora o que me desmoralizou completamente foi o preço. Um litro de leite um euro e tal, um absurdo! 
Hoje temos vários produtos sem lactose, e no continente podemos encontrar estes.

Continente




























Ou normal, a 1,99€



















No Lidl também encontramos Leite e queijo sem Lactose. Apesar de a escolha ser muito mais reduzida.

O preço do Limiano 50% Gordura é basicamente o mesmo preço no Continente














No entanto, já o leite encontra-se a .89 cêntimos o litro. O que é excelente, não só a nível de preço, mas assim como no sabor! E eu adoro-o.








Ou no Aldi, também encontramos leite mais em conta. A .99 cêntimos o livro. E também é um dos leites que consumo e adoro!
















No Jumbo a variedade também se faz notar, e até tem preços acessíveis.



Salvo erro também já encontrei Natas sem Lactose, mas 200ml, um simples pacotinho rondava os dois euros. 


Muitos destes produtos sem lactose, eu já os provei e adorei, pouca ou nenhuma diferença vi dos tradições iogurtes, queijos e leite.

O Jumbo tem uns iogurtes deliciosos de aroma a Mel, divinos!


Como podem ver, D.Crohn ou Intolerantes a Lactose, vocês tem já uma vasta gama de produtos sem lactose. Infelizmente alguns não tirei foto e nem me recordo dos preços, e os mesmos não se encontram nos sites. 
A Nova Açores salvo erro, agora só mesmo a olhar para o pacote do leite é que consigo confirmar, assim como o leite da marca do continente, existe Sem Lactose. Mas na minha opinião são horríveis, não só de sabor, mas a cor é duvidosa. Eu adoro o meu leitinho branco, e não aquele de aspecto sujo e de um sabor meio estranho.


Entretanto, se eu encontrar mais produtos lácteos 0% Lactose, eu volto a publicar aqui no blog, mas se vocês consumirem alguns produtos que não tenham sido referidos aqui. Por favor tomem a liberdade de partilhar connosco!

Espero que tenham gostado desta publicação e uma vez mais peço. Partilhem comigo e com as seguidoras deste blog produtos Sem Lactose que vocês consomem.

Peço desculpas as fãs/consumidoras de Soja por esta publicação não mencionar nada sobre esse tema. Mas experimentei uma vez e detestei, então não estou dentro do assunto no que toca a essa procura.


Boas leituras e até manha





Evento: Conversa sobre «Vai e Põe uma Sentinela», Harper Lee [Editorial Presença]

"Editorial Presença decidiu avançar com a criação de um espaço de conversas online sobre o livro Vai e Põe uma Sentinela, de Harper Lee.
A partir de hoje está disponível AQUI um espaço para quem já leu Harper Lee, um momento de dúvidas, de críticas e de comentários. Troca de ideias e momentos de lazer!
 Um sítio para todos os leitores aproveitarem, durante um mês!"


domingo, novembro 22, 2015

Opinião do livro Êxtase da J. R. Ward

     Olá e um bom domingo a todos!!!
     Vamos a mais uma opinião? Ok, Ward uma das minhas autoras de topo e um livro da coleção dos Anjos Caídos, Êxtase. 



     Este livro é o quarto da história onde a heroína é uma jornalista chamada Mels que trabalha no mesmo jornal onde Beth (Rainha consorte de Wrath em a Irmandade da Adaga Negra) trabalhava e há no livro uma referencia a isso já que ela usa a sua caneca de café depois de Beth ter misteriosamente desaparecido. A personagem que vai fazer par com Mels é um homem que já nos foi apresentado nos livros anteriores e pelo qual eu não morri de amores... mas neste livro vai se revelar uma personagem bastante interessante que é o Matthias o antigo chefe de Jim Heron o nosso salvador.
     Há uma reviravolta com um dos nossos anjinhos o Adrian, ele vai ficar como que diminuído.... e não digo mais porque senão perde a piada toda. Por isso toca a ler este livro pois a história está cada vez a ficar mais interessante e a guerra entre os Anjos e Demónios ainda está longe de acabar...

Boas leituras

Li

segunda-feira, novembro 16, 2015

Passatempo "Carta de Amor aos Mortos" de Ava Dellaira [Editorial Presença]

Olá Estrelinhas!

E temos uma vez mais, um passatempo fantástico que acredito que nenhum de vós irá querer perder. Certo?

Este passatempo conta com o apoio da nossa fantástica Editorial Presença, ao qual agradeço.

Antes de iniciarem a vossa participação, quero pedir-vos que leiam com MUITA atenção este formulário e as Regras nele contidas!

Saibam mais sobre este livro, Cartas de Amor aos Mortes em Editorial Presença.

Boa Sorte a todos os participantes!

Opinião do livro O Rei de J.R. Ward

Não, não morri.... Ando é um pouco desaparecida... Pronto ok!! Já cá não apareço há mais ou menos 7 meses... Mas não me crucifiquem, pois tenho aqui ao meu lado uma montanha de livros para escrever opiniões e é isso que vou fazer. Então preparem-se para os próximos dias, vou bombardear-vos!!




Para começar em grande vamos à nossa queridíssima Ward.
Primeiro ponto, o livro físico em si é enorme mas como a leitura é tão apetecível torna-se pequeno. A capa é uma desilusão, e não, não estou a falar da imagem mas sim da maneira que está impresso. No meu Ward já perdeu a cor está às manchas aos riscos. Ando com os livros na bolsa se os estiver a ler e faço isso com todos, foi a primeira vez que um livro ficou tão estragado... (Mas amei o facto de o separador que vem dentro ser um papel de se colocar nas portas para dizer que se está ocupado).
Segundo ponto, a tradução está de bradar aos céus... Já foi algo imensamente falado. A revisão do livro devia ser melhor.
Agora a história em si, o livro dispersa-se muito sobre várias personagens não é tão conciso como os primeiros apenas focados num casal. A mim isto não me chateia nada apenas aguça a minha vontade de saber mais e vou me apaixonando por estas novas personagens. Apesar disso vamos voltar a focar o casal real que vai passar por muitas provas e a vida deles vai dar muitas reviravoltas interessantes.
Estou com muita vontade de ler o próximo!!!
No final da leitura do rei duas historias deixaram-me cheiinha de curiosidade o que vai acontecer com o Xcor e com o Trez???

Beijinhos Li